Login
Nº Sócio
Pin
    
 

Clube Millennium bcp visita o Palácio do Alegrete


Visitámos a quinta construída no início do século XVIII como solar de veraneio para o 1.º Marquês do Alegrete


Bem perto da pista do aeroporto, quase já no seu final (pois víamos os aviões a levantar voo, bem perto de nós), quem diria que existiu por ali uma palácio de veraneio, com a sua quinta repleta de árvores de fruto. Parece estranho, mas à época da sua construção este ficava numa ligeira encosta, e sem qualquer construção defronte a obstruir-lhe as vistas sobre o estuário do rio Tejo.

Porque esteve meio abandonado, durante décadas, tendo nesse período servido de cavalariça e afins, sofreu vários atos de vandalismo tendo-lhe sido roubados alguns painéis de azulejos. Adquirido pela Santa Casa da Misericórdia, esta empreendeu trabalhos de restauro e vai destinar aquele imóvel a fins sociais.

No seu interior as paredes e os tetos são decorados com frescos, e como estes não são possíveis de roubar, sem os danificar, mantiveram-se, apesar do abandono a que o palácio esteve sujeito.

A guiar-nos esteve o Ricardo, que nos fez uma resenha histórica desde a construção até aos nossos dias, sem esquecer que aquele era o palácio de veraneio enquanto que o palácio residencial da família, ficava no que é hoje a Baixa de Lisboa, ali ao Martim Moniz.

As visitas guiadas têm sempre esta problemática de serem muitos mais os sócios que querem participar do que aqueles que podemos levar. Fomos 31 os participantes, porque foi esse o limite máximo que nos permitiram levar.
Sabemos que muitas mais dezenas de sócios queriam participar. Vamos pedir à Santa Casa para que oportunamente nos facultem ali uma nova visita.

Para ver mais fotos, clique aqui.

Publicado em 29/01/2018